ArabicChinese (Traditional)EnglishFrenchPortugueseSpanish

Ceará

Brasil
América do Sul

Foi criada pelo comerciante João Tibúrcio Albano, filho do Barão de Aratanha, substituindo a esfera celestial da bandeira republicana pelo brasão estadual. Todavia, foi apenas em 1922, no governo do então Presidente do estado, Justiniano de Serpa, que veio a ser assinado o decreto instituindo o pavilhão cearense. No ato oficial, determinou que esse fosse constituído de um retângulo verde e o losango amarelo da bandeira nacional, tendo ao centro um círculo branco e, ao meio deste, o escudo do Ceará.

As cores

As cores principais da bandeira (verde, amarelo e branco) são as mesmas da bandeira do Brasil e são uma representação da integração do estado com a República.

O Brasão

O Brasão do Estado do Ceará é representado por um escudo polônio com campo verde, fendido, figurando, na sua parte esquerda, sete estrelas na cor branca, que representam as mesorregiões do Ceará, e, sobre o todo, a elipse central, com elementos internos distribuídos em quatro quadrantes, com a linha do horizonte no centro. O primeiro quadrante contém o Sol e o Farol do Mucuripe; o segundo, a serra e o pássaro; o terceiro, o mar e a jangada; e o quarto, o sertão e a carnaúba, simbolizando os quatro elementos da natureza: fogo, ar, água e terra. Como timbre, a figura de uma fortaleza de construção antiga, cor de ouro, com cinco merlões, representando o povo (Redação dada pela Lei n° 13.897, DE 21.06.07).

Compartilhar

Arabic AR Chinese (Traditional) ZH-TW English EN French FR Portuguese PT Spanish ES