ArabicChinese (Traditional)EnglishFrenchPortugueseSpanish
ArabicChinese (Traditional)EnglishFrenchPortugueseSpanish
ArabicChinese (Traditional)EnglishFrenchPortugueseSpanish
God Save The Queen
Inglaterra

/

Europa

Autor(a):

Thomas Arne

A história do hino da Inglaterra é cercada de mistérios ainda mais antigos do que o próprio país. A frase “God Save the King” aparece em vários lugares nas primeiras traduções inglesas da Bíblia e o texto baseado no 1º Livro dos Reis “Deus salve o Rei! Viva o Rei! Que o Rei viva para sempre” passou a fazer parte de hinos de coroação a partir do Rei Edgar, em 973.

Já em 1545, “God Save the King” era uma palavra de ordem da Marinha Real, com a resposta sendo “Long to reign over us“. Mas as primeiras letras, mais ou menos da forma como conhecemos hoje, só apareceram em publicações de 1744 e um ano depois na Revista “The Gentleman’s” – “God Save our lord the King: a new song set for two voices”. A autoria, no entanto, é duvidosa.

Sua primeira versão foi cantada durante uma apresentação de teatro em Londres em 1744 e tinha como intenção apoiar o rei George II após sua derrota em uma importante batalha contra a invasão da Inglaterra. Desde então a letra foi cantada e tornou-se hino nacional por volta de 1780.

Evolução do hino da Inglaterra

Não existe uma versão oficial padrão do hino da Inglaterra. O primeiro verso é consistente, mas ao longo dos anos versos diferentes foram adicionados e retirados para atender aos apelos políticos nacionais. Por isso é possível encontrar várias versões do hino.
Versões alternativas históricas foram criadas por volta de 1800, 1836 e 1919 – uma opção menos militarizada da canção e também pouco conhecida. Além disso, várias outras tentativas foram feitas durante os séculos 18 e 19 para adicionar versos em comemoração a determinados eventos nacionais ou até da realeza – versos especiais foram produzidos para os nascimentos e casamentos reais.
No entanto, nenhum destes versos adicionais sobreviveu até o século XX.

Hino atual da Inglaterra

As palavras e melodia, da forma como conhecemos hoje, se tornaram amplamente populares em 1745. A versão mais atual do hino da Inglaterra inclui três versos, sendo que o primeiro é o único verso comumente cantado, inclusive em cerimônias oficiais. Em algumas raras ocasiões o terceiro verso é usado, como nas Olimpíadas de 2012.
A forma mais ouvida do hino em apresentações oficiais foi proposta pelo rei Jorge V e uma Ordem do Exército, em 1933, estabeleceu regras específicas sobre o tempo, dinâmica e orquestração da canção.
Se você não conhece quais são as melhores cidades da Inglaterra, não deixe de ler nosso artigo.

Tradução do Hino:

Não

God save our gracious Queen
Long live our noble Queen
God save the Queen

Send her victorious
Happy and glorious
Long to reign over us
God save the Queen

Oh, Lord, our God arise
Scatter her enemies
And make them fall

Confound their politics
Frustrate their knavish tricks
On Thee our hopes we fix
God save us all

Thy choicest gifts in store
On her be pleased to pour
Long may she reign

May she defend our laws
And ever give us cause
To sing with heart and voice
God save the Queen
God save the Queen

God save our gracious Queen
Long live our noble Queen
God save the Queen

Send her victorious
Happy and glorious
Long to reign over us
God save the Queen

Oh, Lord, our God arise
Scatter her enemies
And make them fall

Confound their politics
Frustrate their knavish tricks
On Thee our hopes we fix
God save us all

Thy choicest gifts in store
On her be pleased to pour
Long may she reign

May she defend our laws
And ever give us cause
To sing with heart and voice
God save the Queen
God save the Queen

Compartilhar