ArabicChinese (Traditional)EnglishFrenchPortugueseSpanish
A Garota Rebelde e o Cadáver
Costa do Marfim

/

África

Era uma vez uma linda garota chamada Nan Kôgnon. Mas Nan Kôgnon rejeitou todos aqueles que pediram sua mão. Nan Kôgnon recusou até mesmo o caçador mais poderoso e temível de nossa tribo, o grande caçador N’gassélet, sob o pretexto de que ele carregava cicatrizes.

Um dia veio um homem muito bonito, bem constituído, com uma bela pele e sem cicatrizes no corpo. Naquele dia, Nan Kôgnon estava na entrada da aldeia. Ao vê-lo, a jovem gritou: “Eis o homem da minha vida, é com ele que eu esperava para me casar. Finalmente ele chegou, meu marido, meu marido chegou”. Imediatamente, ela exigiu que o casamento fosse celebrado. Feito isso, logo depois, o casal partiu para o lar conjugal.

No caminho, no momento em que saíram da aldeia, o marido de Nan Kôgnon descartou seu atraente boubou. Surpresa, sua esposa lhe perguntou:

“Cara, por que você está tirando seu boubou?”

“Estou com calor”, respondeu ele.

Um pouco mais adiante, bem no desvio que leva ao cemitério da aldeia, tirou a roupa interior pelo mesmo motivo. Eles então entraram no cemitério, abraçando sua borda, e pouco antes de chegar ao seu extremo, Nan Kôgnon sentiu um odor pungente ao seu lado. Foi o marido que, durante toda a travessia do cemitério, foi se decompondo, perdendo cada vez mais de sua carne. Horrorizada, a esposa começou a fugir. Mas “klou!” O marido a pegou e disse: “Você não vai a lugar nenhum. Você me escolheu, então você vai viver aqui. Ferva um pouco de água e despeje na cavidade da minha cabeça.”

Essa era a tarefa diária de Nan Kôgnon. Ela ficou mais magra e foi miserável. Ao cair da noite, Nan Kôgnon cantou:

Kisson sani djémé – Que ouro não te ofereceram?
Elé kô lé tiofê. – Você recusou.
Kison wari djémé – Que prata não te ofereceram?
Elé kô lé tiofê. – Você recusou.
Kanassé cabrou bona – Uma vez na “casa-tumba”
Tchè kè là sou é – O homem virou cadáver
Nangnogori… – Queridas mães…

Certa noite, enquanto cantava, o poderoso caçador N’gassélet perseguia um búfalo, ali, não muito longe do rio da aldeia. Ele ouviu uma música. Por curiosidade, ele seguiu o eco para encontrar sua origem. Assim que viu o caçador ao seu lado, a jovem chorou e implorou que ele a salvasse. Isso, o caçador fez. De volta à família, a jovem pediu para se casar incondicionalmente com N’gassélet. Ele aceitou e Nan Kôgnon tornou-se a esposa de nosso grande caçador, e fez lindos filhos trabalhadores e humildes.

Compartilhar

Lendas e Mitos Relacionados

Arabic AR Chinese (Traditional) ZH-TW English EN French FR Portuguese PT Spanish ES